Meio&Mensagem
Content Lab Em parceria com

Informação Saudável

Hábito de buscar conteúdo sobre saúde e bem-estar dos brasileiros inspira o VivaBem, do UOL, a desenvolver formatos inéditos e ampliar o conceito de qualidade de vida

M&M Content Lab

Os brasileiros se preocupam com qualidade de vida e utilizam o ambiente digital como uma das principais ferramentas por busca de informações sobre saúde e bem-estar. Esse hábito está presente em 56% dos internautas do Brasil. No UOL, essa parcela sobe para 77% do total de leitores da plataforma. Os dados do ComScore e do TGI Clickstream Brasil 2019 mostram que 67% pagariam qualquer preço pela saúde, 74% procuram ofertas e descontos e 69% gastam mais com produtos de higiene. Mais propenso ao consumo, o público do portal apresenta um interesse crescente pelo assunto, e um dos incentivos está no conteúdo gerado pelo canal VivaBem. A audiência da plataforma aumentou 70% desde o seu lançamento, há dois anos. Somente nos últimos três meses, foram cerca de 20 milhões de visualizações de páginas únicas, acessadas por 9,7 milhões de usuários. Metade desse grupo é formado por pessoas entre 25 e 44 anos de idade, e 56,41% são mulheres.

“Conseguimos bons resultados de audiência a partir do aumento de matérias com foco em ferramentas de busca”, observa Cesar Candido dos Santos, editor do VivaBem. “Considerando especiais, vídeos, posts de blogs e colunistas, além de notícias produzidas pela redação ou por agências, o VivaBem publica uma média de 380 a 400 conteúdos ao mês. Entre os campeões de busca estão a última dieta, o remédio milagroso, a nova modalidade fitness que promete transformar o corpo. VivaBem cobre ativamente todos esses assuntos, mas sempre a partir de um ponto de vista crítico, que aponta para o leitor o caminho do equilíbrio. Entre as colunistas de maior audiência está Paola Machado, que publica textos com dicas de exercícios e alimentação para perda de peso costumam ter de 80 mil a 200 mil visualizações.

“Mais da metade da população está acima do peso, e a busca por saúde, qualidade de vida e bem-estar passa pela redução do excesso de gordura”, comenta Paola, que é pesquisadora, mestre e doutoranda na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Outra colunista, a nutricionista Sophie Deram concentra a sua pesquisa em obesidade infantil, nutrigenômica, transtornos alimentares e neurociência do comportamento. Com doutorado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), a estudiosa prefere a paz de uma alimentação saudável à neurose das dietas restritivas. “Comer melhor é comer com qualidade, sem culpa. Mas isso não quer dizer que você tem que ser vegetariano, prezar por alimentos sem lactose ou com proteína adicionada”, diz Sophie, que deixa um alerta: “Os jovens de hoje são fruto de duas gerações de dieta. Estão confundindo saúde com magreza, e magreza com beleza”. Nos posts que escreve para VivaBem, a dica que ela deixa para as pessoas é “questione”. E para as marcas, o pedido é para que não aumentem o terrorismo em torno do assunto.

VivaBem vai à praia

Projeto “Viva Bem no Verão”, realizado em 2019 na Riviera de São Lourenço e com a versão 2020 confirmada

A proposta do canal extrapolou os limites da internet e chegou ao mundo real por meio do “VivaBem no Verão”. Em 2020, o projeto segue com a estrutura na Riviera de São Lourenço, litoral norte de São Paulo, mesma da temporada anterior com período previsto de 26/12/19 a 09/02/20. A diferença é que uma parede de escalada vai substituir a máquina de ondas, e o VivaBem terá ainda um espaço para atividades na praia. A expectativa é receber cerca de 500 pessoas diariamente A primeira edição aconteceu entre os dias 27 de dezembro de 2018 e 03 de fevereiro de 2019. De quinta a domingo entre 16h e 24h, um espaço gratuito e com 2,2 mil metros quadrados oferecia atividades físicas e dicas de alimentação; palco para talks, shows de bandas locais e palestras motivacionais; piscina com simulador de ondas; aulas de slackline, yoga, meditação, pilates e treino funcional; área de gastronomia com food trucks de refeições saudáveis e bar com drinks especiais; cinema open air e exibição de documentários. Cerca de 15 mil pessoas passaram pelo local, que contou com o apoio de marcas como Caoa Chery, ConectCar, Enterogermina, Wine, Vigor, PagSeguro e Clube UOL. Diversas possibilidades de ativações são promovidas conforme o melhor contexto para as marcas. A Caoa Chery expôs o modelo Tiggo 5x, patrocinou o espaço para slackline e as aulas de treino funcional. Já a ConectCar teve um espaço para vendas, enquanto a Enterogermina divulgou o seu probiótico. Com um cardápio personalizado, a Wine se apropriou do bar e o PagSeguro, meio de pagamento oficial do espaço, montou um quiosque para reparo e venda dos devices. A Vigor distribuiu samplings de produtos e ofereceu aulas de yoga. Teve também a participação do Clube UOL, com copos para assinantes e venda
de assinaturas.

Confiança

A postura sustentada pelo VivaBem vem transformando a plataforma em um dos espaços de maior credibilidade sobre saúde do Brasil. “Os especialistas destacam que nossas reportagens passam informações precisas e seguras. Selecionamos os principais nomes em suas áreas, ligados às principais universidades, associações e hospitais de referência, e consultamos estudos publicados em periódicos científicos com classificação A”, frisa Santos. Além de médicos de diversas especialidades, o time de colunistas tem profissionais de educação física, fisioterapeutas, mentores de desenvolvimento e meditação, além de jornalistas especializados em saúde, claro. Entre os lançamentos, estão os blogs do cardiologista Roberto Kalil, do neurologista Fernando Gomes e da médica e atleta de esportes de aventura Karina Oliani. Há ainda o programa Novas Rotas, pilotado pelo jornalista e apresentador Fernando Rocha, sobre mobilidade urbana. E o podcast Maratona, focado em corrida de rua para iniciantes e iniciados na modalidade. A atuação se estende também para as redes sociais com a criação de comunidades que pretendem desmistificar assuntos complexos. Em agosto, entrou no ar o primeiro grupo no Facebook direcionado aos familiares e amigos de pacientes com Alzheimer. Médicos especialistas participam das conversas e tiram dúvidas. Ao mesmo tempo, há grande interação entre os participantes, que trocam experiências e mensagens de apoio.

Deixa que digam, que pensem, que falem

Sem tabu, essa é uma das premissas do quadro Sem Frescura ao tratar de forma descontraída de temas que muitas vezes não são abordados em outras plataformas

Alguns tabus devem ser esquecidos quando o assunto é saúde no dia a dia. Segurar espirro faz mal? Pode beijar animais de estimação? Como usar o banheiro fora de casa? Esses são alguns dos temas mais recentes tratados pelo Sem Frescura, um dos programas de maior audiência do VivaBem. Apresentado pela repórter Gabriela Ingrid, o vlog lançado em 2017 foi totalmente repaginado, tem novo cenário e linguagem. Essa segunda temporada, que estreou em julho, apresenta um novo episódio toda segunda-feira. “Tem mais humor e um visual mais moderno. A linguagem recheada de referências aos memes também aproxima o conteúdo do jovem”, diz Gabriela Ingrid. Com cerca de 300 mil visualizações ao mês, o espaço cresceu 130% em audiência com relação à temporada anterior. O Sem Frescura surgiu da demanda do UOL Notícias por conteúdos em vídeo com um perfil mais descontraído. O sucesso foi imediato e quando o VivaBem foi criado o programa passou a fazer parte do site. Hoje, o Sem Frescura tem cerca de 15 mil visualizações, mil likes e 40 comentários apenas no Instagram, onde é visto por um público mais jovem, mesmo perfil encontrado no YouTube. Já no UOL, audiência vai de 25 a 45 anos. Centenas de programas já foram exibidos partindo de temas debatidos na redação, dúvidas da audiência ou até mesmo da equipe.

Compartilhe

Publicidade
Publicidade

Patrocínio