Meio&Mensagem
Content Lab Em parceria com

A serviço da Saúde

Com três anos no mercado, TV Doutor se propõe a eliminar a carência na comunicação entre a área médica e a população com presença em hospitais e clínicas de 20 estados brasileiros

M&M Content Lab

Suprir a carência por informações na área de saúde do Brasil aproveitando o momento em que os pacientes estão na sala de espera. Esse é o objetivo da TV Doutor, plataforma de conteúdo criada há três anos com presença em hospitais, clínicas, laboratórios e consultórios odontológicos de mais de 90 cidades espalhadas por 20 estados brasileiros. De olho no potencial deste segmento, a empresa tem expectativa de triplicar sua abrangência em número de pontos instalados atualmente até o final do
próximo ano.

O negócio foi vislumbrado pelo CEO da TV Doutor, Ricardo Sonati, que atuou por cerca de 15 anos como diretor de marketing de hospitais e hoje preside o Conselho do hospital Beneficência Portuguesa, de Campinas. “Após vários anos nessa área, comecei a sentir a falta de uma comunicação especializada para esses locais onde o único meio de informação é a TV comum, que fica ligada em programas de entretenimento ou noticiário em geral mas nada voltado à Saúde”, comenta ele, que define a empresa como uma “produtora e distribuidora de conteúdo”.

Em sua “programação”, a TV Doutor divide os temas abordados em sete editorias: Saúde & Bem-Estar, Gestação & Infância, Longevidade, Gastronomia & Nutrição, Estética & Beleza, Esporte & Fitness, e Saúde Bucal. Cada uma delas conta ainda com uma matéria gravada com um especialista da área e cinco quadros de informações e curiosidades como “Quiz” e “Você Sabia”.

A plataforma permite ainda inserções publicitárias, podendo ser tanto peças avulsas ou branded content, mas com a ressalva de que a mensagem veiculada não confronte com os princípios e objetivos do ponto. Além disso, os estabelecimentos têm espaços dentro da programação para se relacionar com os pacientes para informar horários de atendimento, serviços prestados ou mesmo dando dicas de saúde com os especialistas que atendem no local para valorizar o seu corpo clínico.

Comunicação impacta e promove qualidade de vida

“Seguindo tendências do mercado, nosso conteúdo pode ser aplicado com uma dose de entretenimento como o Quiz. Neste formato, é possível informar e entreter ao mesmo tempo de maneira divertida”, comenta a diretora de conteúdo, Noêmia Gomes. Segundo ela, a programação da TV Doutor é toda baseada no calendário do mês do Ministério da Saúde, onde datas e assuntos com mais apelo como sarampo, obesidade e doenças do coração, por exemplo, são encaixadas nas editorias abordadas.

Fazendo o bem

Por atuar em uma área de extrema importância para a população como a Saúde, o CEO da TV Doutor aponta que a plataforma tem como diferencial o fato de atingir resultados que vão beneficiar não apenas os anunciantes, como também toda a sociedade. Nesse cenário, ele divide o conteúdo em três pilares: Interação, Educação e Conexão.

O primeiro deles é exemplificado pela veiculação de reportagens e vídeos sobre doação de leite para a Maternidade de Campinas. Ocorrida em outubro de 2018, a ação ajudou a aumentar em 25% o volume doado estabelecendo um recorde para o estabelecimento. Já em Educação, a TV Doutor divulgou campanhas sobre aleitamento materno, doação de sangue e vacinação para o Ministério da Saúde que impactou mais de 3 milhões de pessoas. Já em Conexão, a Amil aproveitou o conteúdo da editoria de Saúde Bucal para se conectar com o público por meio da campanha “Um sorriso fácil torna a vida mais fácil” que lançou o plano Amil Dental no mercado.

“As pessoas são leigas em Saúde e as informações disponíveis são insuficientes. Por isso acreditamos que podemos educar a população com uma comunicação de qualidade e acessível a todos”, afirma Sonati. “Os profissionais de Saúde também têm carência de canais de comunicação para falar com as pessoas, tanto médicos quanto as entidades e órgãos. Estamos procurando suprir essa carência”, completa.

Por ter esse papel importante de informar as pessoas em assuntos relacionados à Saúde, a TV Doutor tem ainda um grande diferencial na atuação em relação às outras empresas de mídia out-of-home já que consegue comercializar os pontos instalados e não apenas lucrar com o conteúdo veiculado. “Meu negócio é captar pontos e dentro disso oferecer serviços. Dessa forma consigo cobrar por esses serviços para cada estabelecimento onde essa mídia está presente”, explica o CEO da companhia.

Mercado dos EUA inspirou fundador

Ricardo Sonati de terno ao centro e equipe

Mesmo com a experiência de mais de 15 anos na diretoria de hospitais, Ricardo Sonati vislumbrou a oportunidade em lançar a TV Doutor após viajar para os Estados Unidos para conhecer esse segmento de mídia out of home. Após pesquisas, o executivo enviou mensagens pelo LinkedIn e Facebook para uma das maiores empresas da área, a AccentHealth. A empresa americana conta com mais de 33 mil telas espalhadas pelo país e tem acordo com a CNN para veicular informações do conglomerado de mídia em sua programação.

“Fui conhecer a empresa que é referência nessa área e saber mais detalhes sobre a atuação deles no mercado”, afirma Sonati, que diz que os americanos se surpreenderam com o potencial no Brasil, que até então não tinha uma mídia focada para essa área.

Hoje o Brasil é o 4º maior mercado de Saúde do mundo com mais de 452 mil médicos, segundo dados do Conselho Federal de Medicina. Segundo o CEO da TV Doutor, as projeções apontam que serão mais de 700 mil médicos no país até 2035.

Negócio em alta

Hoje com 300 telas instaladas por hospitais, clínicas e consultórios odontológicos de todo o país impactando cerca de 1,3 milhão de pessoas, a TV Doutor acaba de fechar um acordo para atuar no maior complexo hospitalar da América Latina, o Hospital das Clínicas de São Paulo. Com esse acordo, a empresa praticamente dobrará a sua abrangência já que serão mais 215 equipamentos e somados mais de 1 milhão de pessoas que passam mensalmente pelo complexo na capital paulista.

Essa novidade será uma das bases de expansão da companhia, que prevê fechar 2019 com um total de 400 telas. Para 2020, entretanto, as perspectivas são ambiciosas já que o plano é veicular os conteúdos em até 1.200 equipamentos espalhados por todo o país.

Para dar suporte a essa projeção de crescimento, a companhia participa de um programa de uma das maiores aceleradoras do mercado latino-americano, a ACE, e projeta para o próximo ano a captação de um investimento de R$ 3 milhões.

“Temos crescido em ritmo acelerado. Há muitas oportunidades no mercado pois é uma área com grande demanda por comunicação”, define o CEO da TV Doutor.

Desafio é substituir a TV comum

Das campanhas veiculadas estão as de conexão com o plano dental Amil e conscientização do Ministérios da Saúde

Além da concorrência no meio out of home, a TV Doutor tem o desafio de ocupar o espaço que é amplamente ocupado pelos televisores sintonizados em canais de entretenimento e notícias das grandes emissoras. Esse é o conteúdo que a maioria dos hospitais, clínicas e consultórios odontológicos disponibiliza nas salas de espera aos clientes.

“Nossa proposta é substituir a TV comum. Para isso, inovamos ao trazer uma linguagem televisiva mas que é toda legendada, com som, e com conteúdo para vários segmentos de Saúde”, afirma o CEO da empresa, Ricardo Sonati.

Com uma linguagem curta e direta, a TV Doutor tem conseguido audiência nos estabelecimentos por conta do formato criado especificamente para as salas de espera. “Ter conteúdo produzido com o intuito de substituir a programação aberta não é fácil, mas o desafio vale a pena, principalmente quando recebemos o feedback através das redes sociais elogiando a programação, ou querendo informação de como receber o conteúdo em casa”, comenta a diretora de conteúdo, Noêmia Gomes.

Compartilhe

Publicidade
Publicidade

Patrocínio